Departamento de Engenharia de Minas e Petróleo (PMI)

pmiO Departamento de Engenharia Minas e de Petróleo (PMI) da Escola Politécnica (POLI) da Universidade de São Paulo (USP) é reconhecido no Brasil e no exterior pela excelência no ensino, na pesquisa e na extensão.

Há mais de quatro décadas, o PMI forma mão de obra qualificada para a cadeia de produção mineral, por meio de cursos de graduação, pós-graduação, especialização e treinamento. Desde 2002, passou também a capacitar profissionais para o setor petrolífero, com a criação do curso de Engenharia de Petróleo.

Na pesquisa, o PMI se destaca por desenvolver trabalhos de cunho científico, acadêmico e também fortemente vinculado ao setor produtivo, voltados para uma melhor compreensão e solução dos problemas enfrentados pelo setor privado. Referências internacionais em suas especialidades, os docentes do PMI estão constantemente envolvidos em projetos de pesquisa junto às principais companhias atuantes na cadeia da mineração e petróleo.

São projetos que, além de gerar produtos e aprimorar processos, contribuem para a melhoria do ensino e da aprendizagem, na medida em que envolvem alunos de graduação e pós-graduação. Esse conhecimento científico-tecnológico também é aplicado em projetos de treinamento de pessoal, consultoria, assessoria técnica, pareceres, laudos técnicos ou periciais, atendendo necessidades específicas das empresas.

INSTALAÇÕES DO DEPARTAMENTO

O Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Escola Politécnica está instalado em um prédio de dois pavimentos, com uma área construída de 8.250m2. Projetado pelo arquiteto Carlos Bratke e construído na década de 1960, o prédio abriga em seu interior um vão livre, com jardim e espelho d’água onde são criadas carpas ornamentais. As instalações, localizadas ao redor desta área, são amplas, funcionais, confortáveis e acessíveis a portadores de deficiência física.

O prédio é intensamente utilizado no período noturno e abriga um grande número de alunos para os cursos de atualização, especialização e extensão do PECE, Programa de Educação Continuada em Engenharia, este último vinculado diretamente à Diretoria da Escola Politécnica.

SALAS DE AULA

As salas de aula são em número de sete, mantidas e conservadas através de um sistema de colaboração com o PECE. Todas as salas de aula são climatizadas e equipadas com recursos audiovisuais.

O auditório é utilizado em ocasiões de solenidades e exposições de palestras especiais e também para organização de eventos, semanas de estudos e apresentação de trabalhos de pós-graduandos e alunos de graduação, em vários seminários que ocorrem durante o ano. Outros departamentos e instituições da Universidade valem-se também desse auditório. Prevê-se para futuro próximo uma ampla reforma deste de forma a modernizá-lo, aumentando assim o seu índice de utilização.

BIBLIOTECAbiblioteca2

A biblioteca departamental é considerada uma referência pela comunidade mineral brasileira pela qualidade e atualidade de seu acervo na área de Engenharia de Minas. Abrange temas em pesquisa e economia mineral, lavra de minas, mecânica das rochas, tratamento de minérios, mineração e meio ambiente, avaliação de impacto ambiental, engenharia geotécnica, higiene e segurança na mineração, caracterização tecnológica de matérias-primas minerais, geologia de mineração e computação aplicada à mineração. Desde 2004, com a criação do curso de Engenharia de Petróleo, a biblioteca vem também ampliando seu acervo de obras relacionadas a esta área.

 

Tal acervo abrange…biblioteca

•    Livros: 6.707
•    Dissertações e Teses: 770
•    Fascículos de Periódicos: 38.773
•    Multimeios (CDs, DVDs, Pen-drive): 348
•    Catálogos de Equipamentos: 940
•    Documentos Diversos: 1.133 (estão incluídos aqui os TCC, TCE, MBA, etc)